início do conteúdo

Curso de Licenciatura em Biologia do campus Confresa alcança nota 5 do Inep

Publicado por: Reitoria / 12 de Abril de 2019 às 16:22

Nos dias 04 e 05 de abril o curso de Biologia do campus Confresa foi avaliado in loco por uma comissão do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e obteve o conceito 5 no relatório final de avaliação de reconhecimento do curso. É a primeira graduação do IFMT a alcançar a nota máxima na avaliação nacional.

A comissão realizou as reuniões previstas na agenda de visita, conferiu a documentação apresentada referente ao curso e, em suas considerações finais, apontou no documento que o curso está bem estruturado, atende às normativas legais que regem a área e que apesar das limitações decorrentes da distância geográfica dos grandes centros urbanos, como a alta rotatividade de professores, a equipe docente e técnico-administrativo tem se empenhado para ofertar um curso de qualidade e relevante para a região na qual está inserido.

O pró-reitor de Desenvolvimento Institucional (Prodin), João Germano Rosinke, lembrou o início de todo o processo e a junção de vários fatores, como a organização interna do curso, desde a produção científica do corpo docente até a organização didático-pedagógica, que culminaram com o reconhecimento.

“O curso passou pela visita de reconhecimento e uma série de ações convergiram para essa nota. O trabalho iniciou com o preenchimento de um formulário eletrônico, em que o coordenador de curso respondeou aos avaliadores como está a situação do curso no campus, os documentos, os professores e a situação do projeto. Ressalto o comprometimento da equipe do campus, do coordenador, do pessoal de ensino, que naquele momento já escreveu falando que o curso teria condições de tirar nota 5, mostrando que estavam bem organizados para que isso acontecesse”, lembrou João Germano.

Outros pontos indicados pelo pró-reitor, além da relevância do curso para a região norte do Araguaia, foram a organização dos documentos, trabalho que o Núcleo Docente Estruturante (NDE) fez durante anos, e o fato de o campus possuir duas revistas científicas, uma delas, a Revista Prática Docente, Qualis B2 na área de ensino. A alta produção científica dos docentes também contou favoravelmente.

Também mereceram destaque o trabalho em conjunto com a Pró-reitoria de Ensino, já que o projeto pedagógico do curso (PPC) precisou passar por uma atualização, orientada, conduzida e homologada pela Proen. E, ainda, o sentimento de rede demonstrado na prática pela parceria do campus São Vicente. O bibliotecário Orlando Fonseca, que já foi servidor de Confresa e está em São Vicente, se dispôs a atender os avaliadores, explicando o funcionamento da biblioteca, do sistema informatizado de retirada de livros e os exemplares existentes. "São Vicente autorizou a visita nesse sentimento de rede, nessa importante parceria entre campi", reconheceu João Germano.

Finalmente, o pró-reitor destacou o apoio e a visão da atual gestão. “O professor William tem dado um direcionamento nessas ações de reconhecimento de cursos superiores, mobilizando as Pró-reitorias e diretorias sistêmicas. Por já ter sido diretor lá, ele sabia que o curso tinha possibilidade de tirar nota máxima e pediu que fizéssemos todos os esforços necessários para que a nota acontecesse. Esse é um diferencial na gestão do IFMT”, encerrou.

Após a validação do relatório, a nota final do MEC será emitida nos próximos seis meses.

Marcadores: ifmt_1

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Avançado de Tangará da Serra

Rua José de Oliveira (28), 980 N - Bairro: Vila Horizonte - CEP: 78300-000

Telefone: (65) 3311-8500

Tangará da Serra/MT